Jovelina Pérola Negra “Jovelina Pérola Negra” (1985)

Gravadora: RGE 308.6107 - Ano: 1985 - Produtor: Marcos Salles

Álbum completo - 12 faixas - 41 min

Álbum: Jovelina Pérola Negra “Jovelina Pérola Negra” (1985)  Álbum: Jovelina Pérola Negra “Jovelina Pérola Negra” (1985)

  1. O DIA SE ZANGOU
    (Ratinho / Mauro Diniz)

    em virtude do tempo hoje não há futebol
    veio uma chuva de vento, e levou pra bem longe o sol
    o que se vai fazer à tarde sem fazer
    numa noite tão fria
    e eu, esperei lua cheia
    e eu, esperei lua cheia

    quem pensou em passar o final de semana
    deitado na areia de Copacabana, também se enganou
    é! quem pensou no pagode do para quem pode
    já viu que não pode ficou na saudade, o tempo fechou
    bem cedo “anuviou” o céu escureceu
    o dia se zangou então choveu, choveu
    temporal baixou e a cidade se alagou
    temporal baixou e a cidade se alagou

  2. PAGODE NO SERRADO
    (Zeca Sereno / Marquinhos Pagodeiro)

  3. BOOGIE-WOOGIE DA FAVELA
    (Serginho Meriti)

  4. PREPARADO DA VOVÓ
    (Jovelina Pérola Negra / Zeca Sereno / Tatão)

  5. MENINA VOCÊ BEBEU…
    (Beto sem braço / Acyr Marques / Arlindo Cruz)

    menina você bebeu, demais
    menina você bebeu, bebeu demais…

    para de beber cachaça
    que a sua desgraça pode estar aí
    você já esta com o seu nome na praça
    quando você passa todo mundo ri
    mas você só quer beber e beber até cair

    menina você bebeu…

    lá na vendinha do Chico
    eu vi o fuxico que você armou
    matou três garrafas bebendo no bico
    depois pagou mico e como vacilou
    quem mandou você beber, bebendo se atrasou

    menina você bebeu…

    sai daqui de Madureira para ir beber no Brás
    menina você bebeu, demais
    tem apenas vinte anos mas parece muito mais
    menina você bebeu, demais
    tá perdendo a beleza e até o seu cartaz
    menina você bebeu, demais
    sempre toma mais de uma uma só não satisfaz
    menina você bebeu, demais
    tá bebendo aguardente qualquer dia é aguarraz
    menina você bebeu, demais…

  6. ÁGUA DE POÇO
    (Jovelina Pérola Negra)

  7. LAÇOS E PEDAÇOS
    (Wilson Moreira / Nei Lopes)

    oh deus!
    já que meu erro não merece o teu perdão
    venho propor humildemente, uma solução
    rasga…
    meu peito em dois pedaços
    ou desenlaça esses dois laços
    um dos dois, num laço apenas
    pois assim tu me condenas
    a morte por amor, bem mais amena

    tento afogar minhas penas nas águas serenas da ilusão
    naveguei noites a frio nos mares bravio da paixão
    hoje suplico ao senhor
    faça um só desses dois laços
    ou rasgue meu coração em dois grandes pedaços

  8. RABO DE SAIA
    (Monarco / Betinho da Balança)

    quem quiser rabo de saia
    vai buscar noutro lugar
    no terreiro da vovó
    esse nêgo não vai se criar

    quando uma moça balança
    o nêgo avança e vai segurar
    mas se for perna de calça
    ele nem sai do lugar
    vovó só tá espiando
    esse nêgo aproveitador
    qualquer dia ele toma um sueiro
    e sai do terreiro naquela de horror
    vovó veio do cativeiro pra fazer caridade
    mas não quer filho da terra
    abusando da sua bondade
    ela é de Bahia, ela é feiticeira
    ela venceu demanda
    respeitada na mesa de Umbanda
    e em todo lugar
    vovó falou que vai dar
    um coro nesse fim de feira
    eu só que de qualquer maneira
    esse nêgo vai ter que pagar
    ele tem que pagar,
    esse nêgo vai ter que pagar

  9. MARIA TRISTEZA
    (Paulo Vizinho / Jorge Professor)

    ao ouvir o surdo ela desceu
    Maria da Silva tristeza
    vivendo em seu humilde barracão
    mergulhada na imensa solidão (lalaiá)
    e um sorriso em seus lábios brotou, brotou
    quando a escola de samba começou

    Maria cantava, Maria chorava, Maria sorria
    trocando a sua tristeza
    por poucos momentos de alegria
    esqueceu de tudo, se entregou ao carnaval
    foram apenas três dias pra sua alegria chegar ao final
    chegou quarta-feira, tudo era cinza, tudo se acabou
    pois a alegria da Maria terminou
    tirou a sandália voltou para o morro e sentou-se a mesa
    volto-se a chamar Maria da Silva tristeza

  10. CAMARÃO COM XUXU
    (Nei Lopes)

    camarão tá caro pra xuxu
    camarão tá caro pra xuxu…

    saco cheio de todo domingo
    comer carne assada e macarrão
    resolvi fazer um ensopado
    de xuxu com camarão
    peguei bolsa forrei a carteira
    me mandei pra praia de Mariambú,
    mas fiquei na intenção
    camarão tá caro pra xuxu

    camarão tá caro pra xuxu…

    seu encrenca ficou no desejo
    de comer badejo com pirão
    com pimenta com coentro
    com cheiro, no molho do camarão
    a maré hoje não tá pra peixe,
    nem pra sardinha e nem pra baiacu
    quanto mais pra camarão
    camarão tá caro pra xuxu

    camarão tá caro pra xuxu…

    o dinheiro que tinha no bolso
    para fazer almoço meu irmão
    só deu mesmo para aquilo de sempre
    mais a cana e o limão
    fui pra casa de barriga cheia
    suei com a garrafa velha da pitu
    onde eu era o camarão,
    camarão tá caro pra xuxu

    camarão tá caro pra xuxu…

  11. CHORA VIOLA
    (Adilson Torquatro / Valdomiro)

  12. É ISSO QUE EU MEREÇO
    (Jovelina Pérola Negra / Zeca Sereno)

    um dia me trata direito
    no outro amanhece pelo avesso
    eu pergunto a você meu bem
    é isso que eu mereço?

    sou tranquila sou serena
    na roda de samba chego de vagar
    ligo de verso de improviso
    a quem me desafiar
    só em casa não consigo
    manter a situação
    quem me esculacha sem verso
    é quem mais manda no meu coração

    o que você prometeu
    ficou só no prometido
    diz que é cobra venenosa
    e não dá certo comigo
    solta os bichos a toda hora
    só pra me botar defeito
    tenha santa paciência
    isso não está direito