02/07/2013 - 9:50 am

G.R.E.S. Unidos do Porto da Pedra 2014

Sambas concorrentes no G.R.E.S. Unidos do Porto da Pedra no ano de 2014, com o Enredo: “MAJESTADES DO SAMBA: OS DEFENSORES DO MEU PAVILHÃO” (sinopse no final do post) Carnavalesco: Leandro Valente.

Participe da enquete votando em seu samba preferido.

Imagem com o Logo da Unidos do Porto da Pedra


  • Samba: 06 - Zé Maria do Tigre / Marquinhos coração / Vavá / Siqueira Jr. / Osvaldo barba
    Intérprete: Carlinho simpatia / Aloísio melodia / Moreno / Manelzinho madrugada





    majestades do samba
    sois mais que gente bamba
    e formam um belo casal de rei e rainha
    e na avenida há um encontro genial
    ela no auge da sua beleza
    faz lembrar toda nobreza
    que um dia lhe inspirou
    ele com seus passos magistrais
    vem de afro ancestrais
    um estandarte empunhou

    esquecem das dores da vida
    o carnaval é a sua redenção
    a felicidade infinita
    encontram ao bailar neste chão

    hoje vou lembrar
    de toda sua trajetória
    que ainda vive na memória
    o mundo do samba vem te saudar
    sois o futuro que decola, reis e rainhas
    alma da minha escola
    sua arte não se apagará

    vestindo nosso manto
    e protegendo o pavilhão
    de São Gonçalo é orgulho e paixão
    sou Porto da Pedra num bailado especial
    na passarela levantando o seu astral


  • Samba: 08 - Oscar Bessa / Rafael raçudo / Zé Alex / Bruno Soares / Bello / Alexandre Borges / Guilherme Andrade
    Intérprete: Igor Sorriso




    VÍDEO DO SAMBA



    eu sou o guardião da tua dança
    para compor em aliança
    uma sublime parceria
    um dom, em harmonia divinal
    bailando em nosso ritual
    todo encanto e sintonia
    nos passos desfila nobreza
    de onde herdastes a leveza
    guerreira que desce a ladeira
    vencendo barreiras no seu caminhar
    na passarela és a mais bela a reinar
    a minha vida nessa avenida é te cortejar

    a ginga que embala vem da África
    mãe que deu a cor à minha voz
    por ti solto o canto dos meus ancestrais
    reluz o estandarte dos meus orixás

    ao te encontrar, reviver
    a mais linda fantasia
    tão singular emoção, tocar tua mão
    sagrado é o dia
    gira… e brilha o olhar
    gira… pro mundo parar
    cores estampam nossa união
    amores em evolução
    aplausos… um novo amanhã nascerá
    com São Gonçalo a nos coroar

    um elo de amor conduz o meu pavilhão
    na Porto da Pedra, orgulho e paixão
    com reis e rainhas no meu carnaval
    vivo um sonho especial


  • Samba: 12 - Evaldo / Jedir Brisa / Miltinho / Renatinho do porto / Marcelo barril / Mestre Marcinho
    Intérpretes: Karlinhos Madureira / Anderson Moreno / Nem Mocidade





    vou bailando eu vou
    minha alegria hoje a ti reverencia
    és união de elegância e leveza
    riscando o chão em poesia
    em ”passos miúdos” a burguesia
    encontra o gingado em plena harmonia
    na dança dos orixás a arte se faz
    e o morro que outrora isolado
    no asfalto é coroado
    no reino de um casal engalanado

    num batuque feroz, vou erguer minha voz
    sou mestre sala, porta bandeira
    somos um só, quanta beleza
    África, gueto e realeza

    és dupla de nobre bailado
    que o mundo ”encantado”
    faz questão de aplaudir
    parceiros que em apenas um dia
    conduzem a luta do ano inteiro
    orgulho dos ancestrais… altezas reais
    espelho de um futuro promissor
    rei e rainha multicor
    São Gonçalo te aclama
    majestade do samba
    estandarte defendido com amor

    o meu pavilhão entrego em suas mãos
    sou Porto da Pedra vou te coroar
    sob a luz do luar vamos conquistar
    o lugar mais alto do altar


  • Samba: 13 - Bira / Márcio Rangel / Wilson Bizzar / Eric Costa / Alexandre Villela / Duda SG
    Intérprete: Luizinho Andanças
    VENCEDOR

    Imagem da parceria vencedora no GRES UNIDOS DO PORTO DA PEDRA, 2014
    Parceria vencedora no GRES UNIDOS DO PORTO DA PEDRA, 2014 (Foto - Rodrigo Coutinho)




    VÍDEO DO SAMBA



    oh! majestades do samba e do meu pavilhão
    no manto sagrado carregam a emoção
    rainha que herdou toda a nobreza
    e a sutileza que dos bailes despontou
    mesmo com as marcas que a dura vida traz
    o seu encanto não se desfaz
    o gingado dessa raça, o meu rei guerreiro tem
    cultuado nas senzalas, herança dos ancestrais
    é essência da mãe África, terra dos seus orixás

    desce o morro e vem pro asfalto
    toma de assalto o meu coração
    se rende à beleza da sua leveza
    é dia de festa! é coroação!

    um toque de mãos, um gesto no olhar
    a doce harmonia da cumplicidade
    suor pela arte em defesa das cores
    sustentando estandartes de tantos amores
    nobres casais soba proteção dos guardiões
    alma da minha escola,
    no altar do samba, orgulho e paixão
    pro amanhã… fonte de inspiração
    mas é claro que existe a mão divina a conduzir
    esse samba bailado em cortejo na Sapucaí
    entre sorrisos e lágrimas, vamos aplaudir

    meu tigre convida a bailar
    hoje toda realeza é um caso de amor
    a cidade inteira à seus pés
    exaltando seu valor

Final de samba no GRES UNIDOS DO PORTO DA PEDRA, 2014
Final de samba no GRES UNIDOS DO PORTO DA PEDRA, 2014 (Foto - Rodrigo Coutinho)

ENQUETE

Participe, lembrando que o voto é único por IP e que o resultado dessa enquete não tem nenhum vínculo com o resultado final da disputa na Escola.

[poll id="160"]

“MAJESTADES DO SAMBA: OS DEFENSORES DO MEU PAVILHÃO”

Vós sois casal divino
No manto que carregas está o nosso coração
Na navalha escondida na manga reina a nossa proteção

Porta Bandeira, rainha tu és
Foi dos gestos finos dos bailes da nobreza
Que herdastes nos passos a leveza
E nem mesmo as marcas que a vida dura te traz
Sua majestade desfaz

O sofrimento no Morro é coroado no asfalto
Onde seus súditos se curvam a sua beleza
Com os corações tomados de assalto
Todos se rendem a sua leveza

Já tu, meu rei guerreiro
Tigre baliza feroz
Foi da Mãe África dos ancestrais
Que tirastes seus gingados magistrais
E dos orixás que celebram a morte nos funerais reais
Veio o estandarte que um dia carregastes
E que hoje é a real bandeira nas mãos nobres de sua parceira

Procissão negra e minueto
Deram origem a este sublime e único bailar
Para que ranchos e escolas, como que em cerimônia celestial
Entregassem seus estandartes e pavilhões ao nobre casal

Oh, dupla sagrada
O sangue nobre das suas veias
Sustenta o esforço, o suor e a vigília
Para transformar um ano em dia
Nem dores e medos mais terríveis são capazes de impedir
A evolução que fazeis para o mundo aplaudir

Com tantos nomes nobres desfilastes
Tantas cores defendestes
Com sorrisos e lágrimas nos rostos empenhastes
O orgulho da arte que exercestes.

São Gonçalo está a seus pés
Eleva-te ao altar mais alto do samba, e conclama
Meu rei e minha rainha
Sois mais do que gente bamba
Muito mais do que só história
Sois o presente e o futuro que decola
Sois a alma da minha escola